Empresas

Incubadas (12)

Planejativo

incubada

Com tecnologia, Startup revoluciona forma de estudar para o ENEM Preparar-se para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) nem sempre é uma tarefa fácil. No entanto, diante de todos os desafios inerentes a uma rotina de estudos, a startup Planejativo – vinculada à incubadora Inova Metrópole, do Parque Tecnológico Metrópole Digital – tem revolucionado a forma de se adquirir conhecimentos e, consequentemente, conquistar a aprovação. Fundado em 2019, o Planejativo criou uma plataforma de mesmo nome capaz de auxiliar o gerenciamento dos estudos para o ENEM de maneira completa: desde o cronograma até a análise de desempenho do usuário. “A ferramenta utiliza metodologias inovadoras de aprendizagem, ciclos de estudos e revisões programadas para criar um plano personalizado e dinâmico, totalmente adaptável à rotina dos estudantes”, conta Tainara Celi, CEO da startup. Tudo isso é feito com o auxílio de inteligência artificial, que reformula automaticamente o cronograma caso o aluno não cumpra as metas diárias. Além disso, o Planejativo ainda sugere as melhores técnicas de aprendizado e o tempo estimado para cada atividade. A plataforma conta com mais de 37 mil questões integradas, além de um módulo de desempenho onde o estudante pode acompanhar a evolução e o rendimento alcançado nas questões e simulados. Mercado A ideia de se criar o Planejativo surgiu a partir de uma necessidade encontrada no mercado. Tainara Celi conta que, no período em que se preparava para concursos, ela e o sócio Heric Santos não encontravam ferramentas que possibilitassem o planejamento e a organização do estudo de forma adaptativa. A solução para o problema foi a criação de uma plataforma diferenciada, que hoje já conta com mais de 43 mil usuários cadastrados em planos pagos e gratuitos. “Temos planos de produzir diversos tipos de conteúdos educativos, de modo a gerar autoridade e, consequentemente, divulgar nosso negócio. Além disso, pretendemos criar um aplicativo mobile, visto que muitos usuários acessam a ferramenta pelo celular”, comenta Tainara Celi. Mais informações estão disponíveis no site oficial da empresa.

WayABA

incubada

WayABA desenvolve solução tecnológica para auxiliar no diagnóstico e tratamento do austimo A Análise do Comportamento Aplicada (tradução em português para a sigla ABA: Applied Behavior Analysis) é uma metodologia da Psicologia utilizada para compreensão do comportamento de pessoas, sobretudo crianças, diagnosticadas com espectro de autismo. Essa técnica, empregada por psicólogos e terapeutas, ganhou um auxílio da tecnologia para melhorar sua eficiência. Isso porque a startup WayABAs, empresa pré-incubada da Inova Metrópole, desenvolveu uma solução tecnológica cujo objetivo é auxiliar o “caminho” dos profissionais que aplicam o método ABA. A função central dessa plataforma é servir como um suporte para digitalização das informações que são geradas pelo paciente durante a terapia, ou seja, permitir que o terapeuta possa arquivar as informações ainda durante a sessão, poupando seu tempo, além de agregar outras funções que auxiliem no processo terapêutico. Diagnóstico Diferente de outras plataformas que já estão no mercado, a WayABA é uma solução elaborada exclusivamente para aqueles profissionais que utilizam o método ABA em suas rotinas e, para tanto, disponibiliza uma inteligência de dados que agrega aplicações tais como a geração de relatórios e gráficos que possam ajudar o terapeuta no diagnóstico do paciente. “O que a gente tem hoje no mercado são aplicações para digitalização de informações e isso o nosso protótipo da WayABA já atende. A inteligência dos dados, que é no que estamos trabalhando, é o nosso grande diferencial. A geração de relatórios que descrevem os dados coletados, por exemplo, permitirão que o terapeuta possa tomar uma decisão a partir desses dados organizados”, explica o CEO da empresa, Assis Barbosa. Ele destaca que outra função específica é a capacidade da própria plataforma de analisar e comparar crianças com perfis parecidos e, a partir da identificação de um padrão, indicar ao terapeuta qual seria o melhor tratamento para aquele paciente. Barbosa explica que essa sugestão dada pela plataforma seria baseada nos próprios dados armazenados ao longo de seu uso pelo terapeuta. Aceleração e Pré-incubação A ideia de desenvolver uma plataforma que abarcasse todas essas funções e economizasse tempo do terapeuta e do paciente surgiu a partir de uma observação prática de Assis Barbosa. Ao acompanhar o filho diagnosticado com espectro de autismo, ele percebeu, durante as sessões, que os terapeutas perdiam muito tempo com o preenchimento de fichas físicas e com a transposição dos conteúdos destas para uma planilha no computador. Com a ideia de desenvolver um dispositivo que auxiliasse nas atividades dos profissionais que utilizam o ABA, Assis, junto com os atuais sócios, submeteu a ideia ao Programa de Aceleração da Inova Metrópole, em agosto de 2018, e hoje participa da incubação. A plataforma funciona como um serviço por assinatura mensal, no qual o usuário paga uma taxa por cada paciente atendido, e pode ser acessada por meio dos sistemas Android e IOS.